BIBLIOTECA

INFRAESTRUTURA

“Informação e conhecimento: necessidades do presente, sempre.”

ACCC

A Biblioteca Central Professor Abel Gomes do Amaral da Faculdade Batista Brasileira (FBB) é uma biblioteca universitária cuja missão é prover a sua comunidade acadêmica de informações técnicas, científicas e culturais, atendendo às necessidades de ensino, pesquisa e extensão, adotando modernas tecnologias para o tratamento, recuperação e transferência da informação; selecionando, analisando, organizando, armazenando, disseminando e recuperando informações, apoiando os programas de ensino e pesquisa, nas áreas do conhecimento das Ciências Humanas, Ciências Sociais Aplicadas e afins, participando das atividades relacionadas com a política de informação existente no país.

O seu acervo é composto de canais formais, como são geralmente chamadas as publicações com divulgações mais amplas como as monografias: livros, folhetos, dissertações, teses, obras de referência e obras raras; periódicos nacionais e internacionais; e canais informais como os anais de congresso; materiais especiais, como os materiais cartográficos: mapas e atlas; fitas de vídeocassetes, e arquivos de dados legível por máquina: softwares, disquetes, e-mails, sites, CD-ROMs e DVDs, normas técnicas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), contribuindo para o controle de qualidade, e outros, nas áreas de Ciências Humanas e Ciências Sociais Aplicadas: Filosofia, Teologia, Sociologia, Ética, Psicologia, Artes, Educação, Direito, Administração, Línguas, Linguística, Literatura, Ciência da Informação, Contabilidade, Gastronomia e demais áreas de suporte para os cursos existentes.

Facilitadora do ensino, daí parte idéias e linhas de pesquisas, fornecendo o material bibliográfico para o corpo docente, discente e técnico-administrativo, atendendo, também à comunidade externa para consulta local, preservando o conhecimento da civilização. O usuário tem acesso a uma enorme variedade de oportunidades de aprendizagem.

A Coordenação da Biblioteca conta com profissional habilitado na área, Bibliotecária com registro definitivo no Conselho Regional de Biblioteconomia, com cursos de pós-graduação Lato Sensu: “Metodologia do Ensino da Biblioteconomia”, “Redes de Informação: navegando pela Internet” e “Metodologia da Educação Superior com Ênfase em Educação e Novas Tecnologias”, além de ser especialista em Microisis (software de gerenciamento de informações com o qual implantou a automação da Biblioteca do CESBB, em 1999, como autora e executora do projeto, que é a atual Biblioteca Professor Abel Gomes do Amaral da FBB. É especialista em Biossegurança e participação ativa em Projeto de Produção Limpa / SESAB / TECLIM / UFBA [Responsabilidade Social na Empresa]. Editora Executiva dos periódicos eletrônicos da FBB.

A Biblioteca é uma unidade integrante da Instituição, considerando-se os grandes desafios que as IES enfrentam para cumprir sua missão técnico-científica, face à globalização, que a ela compete:

  • adquirir o material bibliográfico de acordo com a grade curricular necessária;
  • registrá-lo, organizá-lo de maneira sistemática e disponibilizá-lo para recuperações de informação, armazenadas através computador;
  • preparar fisicamente os documentos para o empréstimo, disponibilizando-os aos usuários;
  • preparar as atividades de disseminação seletiva de informação como sumários correntes, alertas bibliográficos ou listagens de novas aquisições para os usuários e/ou via e-mail para os docentes;
  • compilar estatísticas e formulários usualmente utilizados para a coleta desses dados, tendo em vista o relatório anual;
  • conservar e restaurar os documentos;
  • realizar rotinas semestrais de inventário do acervo;
  • propiciar a utilização dos recursos informacionais existentes, dando treinamento aos usuários, indicando novos caminhos para o encontro de novas informações, promovendo e colaborando com a “sociedade da informação”;
  • implementar novas estratégias de atuação, acompanhando o processo de globalização e as exigências relativas à competitividade entre as organizações, avançando na construção de uma verdadeira “sociedade da informação”.